FABERNOVEL | Facebook: A startup perfeita
3952
post-template-default,single,single-post,postid-3952,single-format-standard,ajax_updown_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-17.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_bottom,wpb-js-composer js-comp-ver-5.6,vc_responsive

Facebook: A startup perfeita

Facebook: A startup perfeita

Todos sabemos o que é o Facebooke quem é Mark Zuckerberg.

Hoje, o Facebook tem mais de mil milhões de utilizadores em todo o mundo, mas o caminho até aqui não foi fácil, nem simples e a entrada em bolsa deste Media Social é um tema ainda hoje badalado, como um sucesso para uns e um fracasso para outros.

Certo é que entrada em bolsa não é o objetivo final do Facebook, representando apenas um ponto no percurso de uma startup.

Pode mesmo dizer-se que o percurso até agora seguido é o de uma startup perfeita, não por ter tido sucesso em tudo, mas porque foi construído passo a passo de forma muito pragmática. Não há milagres aqui: é apenas uma startup que teve uma atitude quase perfeita em todos os desafios que enfrentou e construiu a plataforma de comunicação mais inovadora e fascinante.

Com apenas oito anos de existência esta jovem empresa já tem características de um gigante, comprando mais de vinte e sete empresas (também startups), onde investiu mais de 1,3 mil milhões de dólares, sendo a mais relevante a Instagram adquirida o ano passado por cerca de mil milhões de dólares.

Atualmente o Facebook fatura cerca de 3,7 mil milhões de dólares por ano, o que, fazendo um simples exercício, representa mais de um milhão de dólares por empregado! Dados mais que suficientes que conferem o desempenho surpreendente do Facebook impulsionado pela excelência da gestão.

É também notável a forma como a empresa foi construída desde o início até à maturidade,superando três importantes desafiosfoco(na função social), tecnologiapolítica de privacidade(equilíbrio entre liberdade e controlo).

Na realidade, o Facebook implementou uma excelente estratégiaTeste(inicialmente uma rede universitária), CrescimentoConsolidação.

Mas o momento decisivo de sucesso ou insucesso na maioria das startups acontece quando têm de definir qual a prioridade entre produto e negócio, e neste teste, o Facebook passou de forma brilhante.

O grande segredo do Facebook é que oito anos depois de ser uma startup, continua a ser uma startup e faz precisamente ponto de honra em relação à gestão de desafios clássicos das startupstecnologiamodelo de negócio, o próprio negócio e ecossistemacriação de rupturavisão de longo prazo.

O Facebook tem quase tudo para se transformar numa das empresas de telecomunicações do século XXI, mas ainda tem novos desafios pela frente…

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

%d bloggers like this: